Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

O que é a vida e a saudade?

Perdi a esperança de viver

De acreditar em alguém

Perdi a vontade de sonhar

Pois sei que nada vai acontecer

Pois todos me fazem sentir como ninguém

Deixando-me desiludida e a chorar

Não esqueço aquele grande sofrimento

Que senti em toda a minha vida

Não esqueço nenhum momento

Pois a saudade é grande de mais para ser esquecida

Recordo tristeza e solidão

Que algum dia se apoderaram do meu coração

Recordo angústia e desejo de ser amada

Por alguem impossível que me deixa magoada

Mas afinal o que é viver?

Aprender a sorrir

Aprender a crescer

Ver todos os que adoramos partir

Sem sequer a liberdade de escolha ter

Ter saudades de tudo o que está a acontecer

Ter saudades de um passado maravilhoso

Que depois se tornou numa turtura

Que se tornou mais que angustioso

Que na vida será sempre uma censura

Saudade é algo infinito que a vida nos dá

É uma palavra longa e distante

Pois provoca um sofrimento constante

Saudade e vida sao emoções

Que parecem ser infinitas

A vida só se apaga com a morte

Pois esta é um parte corações

E a saudade só se apaga com o tempo

Pois é um sentimento demasiado forte

Para se apagar num so momento...

Desejo parar com estas dores que parecem não acabar

Desejo ser feliz ser amada e amar...

 

publicado por Moranguita às 12:20
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Sorrisoduplo a 27 de Fevereiro de 2008 às 14:23
Então Moranguita...?
Tanta coisa boa à tua espera... os dias ainda serão muito bons e claro que ainda serás muito amada.
Aguarda que a felicidade não tardará.

Bjnho
De me, myself and I a 30 de Abril de 2008 às 23:29
lindo. eu tb eskrevo umas koisas, mas nada tão grande. não consigo sem parecer forçado. e eu axo k poesia deve-se eskrever kuando ha inspiração, não sobre pressao nem eskrever so por eskrever.
na minha opiniao, e isso que distingue um bom poema dum mau poema.
e klaro k ha kem os faça forçados kom a mesma "paixao" dos com inpiração. esses, se fossem inspirados, eskreveriam obras-primas.
De Moranguita a 2 de Maio de 2008 às 15:52
Eu nao faço nada forçado...eu amo a poesia ela é tipo a minha vida...eu escrevo por prazer nao por obrigaçao...mas se kiseres saber mais alguma coisa adiciona no msn: laikasofia@gmail.com
De fatima a 4 de Maio de 2008 às 13:11
esta mt fixe o teu blog
De Moranguita a 4 de Maio de 2008 às 13:19
bigaduh maninha pelo comment...tens xido uma grande amiga k me ajuda sempre kuando preciso...nunca te vou eskecer...adoro-te...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Amor e a vida

. Saudade

. Lutar ate ao fim....

. Saudade...

. Pensando em ti...

. Sem ti nao sou nada e por...

. Chorar pelo teu amor

. Doi tanto, que nao sei po...

. Nao te percebo

. Amo-te percebe isso... so...

.arquivos

. Junho 2017

. Janeiro 2015

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Janeiro 2012

. Junho 2010

. Março 2010

. Agosto 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds